terça-feira, 19 de outubro de 2010

Reflexões sobre a prática.

A reflexão do educador infantil sobre a escola, os alunos e a sua prática é fundamental para o aperfeiçoamento e, principalmente, a conscientização a respeito da importância de seu trabalho.

Neste texto, a autora sugere alguns passos a serem seguidos em um processo de reflexão sobre o trabalho do educador e sua relação com a criança. Além disso, mostra a importância da espontaneidade para o processo de construção do conhecimento da criança.

Clique aqui para ler o texto na íntegra. Para isso você precisa ter o programa Acrobat Reader. Para instalá-lo, clique aqui.
"A verdade é que, enquanto nós, profissionais que trabalhamos com crianças na faixa de três a seis anos não acreditarmos profundamente na importância do nosso trabalho para o hoje dessas crianças, esta desvalorização generalizada e esta mistura de papéis continuarão a existir."

"O professor tem como papel principal, ser o mediador entre a criança e o objeto do seu conhecimento. A ele cabe a tarefa de lançar a pergunta à qual a criança ainda não foi exposta; instigar sua curiosidade das mais diferentes maneiras; definir uma ação pedagógica que vá ao encontro de seu desenvolvimento."

"É muito importante deixarmos as crianças à vontade, ao agirmos como mediadores entre ela e o objeto do seu conhecimento."


"Esta espontaneidade (e, às vezes, até uma imprevisibilidade) não nos deve assustar nem nos desencorajar, pois, volto a frisar, se nossos objetivos estiverem claros e se conhecermos esta criança, teremos todas as condições de lidar com as situações que ocorrerem, e estaremos cada vez mais próximos dessa criança, acompanhando com prazer o ato de construção do seu conhecimento, hoje."

Nenhum comentário:

Postar um comentário